A verdade que ninguém nunca contou a você sobre empreender e se realizar

como empreender

A verdade que ninguém nunca contou a você sobre empreender e se realizar

 

“Seja resiliente, acredite na sua força, no seu potencial, creia que é capaz e você será!”

Roger Stankewski

 

A verdade que ninguém nunca contou sobre empreender e se realizar from Thiago Ribeiro on Vimeo.

Ser um empreendedor inovador não é para qualquer um. É preciso estar em constante adaptação e se afastar continuamente da zona de conforto.

É necessário estar disposto a desenvolver novas competências, mudar de atitude e a transformar o modelo mental se quiser prosperar num ambiente que muda rapidamente.

Aqui no Brasil, com certeza, não fomos educados para errar, reagimos mal às nossas falhas e isso só nos atrapalha. Para nos tornarmos empreendedores, precisaremos exercitar nossa resiliência e aprender a levantar sempre que cairmos.

E iremos cair diversas vezes antes de acertar, com raríssimas exceções.

É evidente que, nos últimos anos, esse mundo foi pintado com cores bacanas, muito oba-oba e empreender virou quase um hype. Mas posso dizer que, na prática, será cada vez mais difícil seguir por esse caminho.

Com a nossa economia capengando, os ecossistemas internacionais amadurecendo rápido e olhando para nós como um grande mercado, a régua subirá rapidamente e a pressão vai aumentar nos próximos anos. Definitivamente, teremos de mostrar ao que viemos e nos superar para encontrarmos nosso lugar ao sol por essas bandas.

Nessas circunstâncias, trilhar esse caminho e aguentar a caminhada, dependerá de mais do que sonhar em enriquecer rapidamente. Será preciso encontrar algo maior que nos ajude a lembrar o porquê de termos nos metido nessa jornada!

Ao empreender, se balize pelas perdas aceitáveis e não pelos ganhos projetados

Quanto você está disposto a perder se as coisas derem errado? E há uma grande chance de elas não saírem como você planejou. Quase 90% de chance, eu diria.

E, o que você tem na mão hoje que será útil para seguir por esse caminho que você escolheu? O que você sabe? Quem você conhece? O que você tem que pode te ajudar a alcançar seus objetivos?

Lembre-se que uma startup é “uma organização temporária em busca de modelo de negócios escalável e repetível num ambiente de extrema incerteza” (Steven G. Blank & Eric Ries) e que você e seu time precisarão aprender o máximo possível, no menor tempo possível, consumindo o mínimo de recursos para isso.

Pense em tração desde o primeiro dia e nunca ignore seus clientes e o seu mercado nesse caminho. Se você concentrar os esforços no desenvolvimento do seu produto, as chances são contra você.

Ao empreender, não foque em resultados imediatos, foque em resolver o problema dos seus segmentos de clientes

Parece que estou me contradizendo, mas se você estiver tracionando, provavelmente está resolvendo o problema dos seus segmentos de clientes!

Uma startup precisa crescer, mas deve crescer no momento certo, depois de passar pelo encaixe entre o problema e a solução e alcançar o encaixe do produto no mercado. E isso, sinceramente, se você não quiser desmontar ali na frente como um castelo de cartas.

Se você errar o timing, provavelmente não será capaz de escalar sua operação e quebrará mesmo cheio de investimentos.

Seja o melhor e entregue o melhor aos seus segmentos de clientes. E dê um passo de cada vez, senão você vai tropeçar.

Ao empreender, não se apaixone por sua solução, se apaixone pelo problema que você está tentando resolver

Se você quiser se manter vivo e jogando, não se apaixone por sua solução. Se você fizer isso, provavelmente não irá chegar no encaixe entre o produto e o mercado, cairá no abismo ou, na melhor das hipóteses, se tornará uma startup zumbi, faturando, mas se arrastando por anos sem conseguir sair de fato do lugar.

A melhor maneira de superar todas as armadilhas mais comuns que nós mesmos criamos é encontrarmos um problema que nos interesse resolver. Um problema relevante que atinge um número de pessoas grande o suficiente para justificar todo nosso esforço. E pivotar. Pivotar rápido e sempre que necessário, sem hesitar!

E não acredite muito que você pode fazer o mesmo que fizeram as grandes startups que vieram antes de você, que se deram ao luxo de levar anos antes de descobrir como iriam monetizar o negócio. Há bem pouco espaço para isso nos dias atuais, especialmente por aqui no Brasil.

Empreenda com propósito e você se realizará

Se você ainda está aqui comigo, já respirou fundo e percebeu que é esse mundo que você quer conquistar!

Bem-vindo ao time das pessoas que irão ajudar a criar um novo mundo. Um mundo melhor, mais humano e menos autodestrutivo (ao menos é o que eu espero).

Seu propósito deve ser mais que apenas ganhar dinheiro, pois esse é o mesmo propósito das pessoas que estão solapando nossa economia, destruindo o que sobrou das nossas florestas, poluindo nossos oceanos e olhando para nós e para as futuras gerações sem sentir nenhuma culpa ou remorso. Negócios são só negócios. Só que não.

Seguimos juntos!